Notícias

A Influência do Fumo na Doença Periodontal

 A fumaça do cigarro resultante da combustão incompleta do tabaco é constituída por uma mistura heterogênea, da qual fazem parte a nicotina e o monóxido de carbono (CO), que são as principais substâncias químicas responsáveis pelos efeitos deletérios do fumo nos tecidos periodontais. Sabe-se que a nicotina, está relacionada à perda óssea alveolar, perda de inserção periodontal, formação de bolsas periodontais e consequentemente perda de elementos dentais. Isto é observado devido a ação da nicotina sobre as funções defensivas de monócitos, e neutrófilos, na IgGsérica reativa para oActinobacillus  actinomycetemcomitans(Aa), assim como sua ação sobre fibroblastos gengivais, produção de fibronectina e colágeno tipo I que, somado as diminuição do transporte de oxigênio produzida pelo monóxido de carbono alteram a  resposta cicatricial  tanto após terapia periodontal cirúrgica quanto não cirúrgica. Sendo assim, o fumo de tabaco tem sido apontado como o principal fator de risco associado a doença periodontal.Temos como propósito relatar as diferentes faces da influência do fumo na doença periodontal.

 

Prof. Dr. Laurindo Borelli Neto

 

  • CONTATO

  • Rua Independência, 2651

  • Centro - São José do Rio Preto / SP

  • Cep. 15010-110

  •  
  • Fone: (17) 3211-8400

  • E-mail: uniodorp@uniodontoriopreto.com.br

  • PLANTÃO 24H

  •  
  • Celular: (17) 99679-6664

  •  
  • E-mail: uniodorp@uniodontoriopreto.com.br